segunda-feira, 1 de junho de 2015

Recantos e encantos da FOZ - FOZ VELHA (06)


E do local onde ficamos, no último capítulo, vamos partir hoje. Rua do Padre Luís Cabral em direcção à beira rio.

Fomos caminhando e verificamos que na verdade a Foz velha  se pode quase comparar a um autêntico labirinto, de ruas e travessas onde os contrastes são mais que muitos e nos obrigam a parar, apreciar e fotografar.

Depois, se não nos concentrarmos no percurso, quando menos esperamos voltamos aos mesmos sítios que já percorremos.

Nesta caminhada lembrei-me por várias vezes duma ocasião em que, de visita a Marrocos, entrei na Medina de Tânger e vi-me aflito para encontrar a saída. Bom também não vale exagerar com essa comparação.

Assim percorremos a rua de S. João da Foz, a travessa Alegre, a rua das laranjeiras, a travessa das laranjeiras, voltando sempre à rua do Padre Luís Cabral que era o nosso eixo condutor.  Todavia não conseguirmos atingir hoje o nosso objectivo: a beira rio.

Captamos as imagens possíveis para que possam continuar a apreciar a beleza e os contrastes desta zona histórica.
Aqui vão elas:











Foi uma boa caminhada. O adiantado da hora obriga a que fiquemos hoje por aqui. Como sempre prometemos voltar na próxima 2ª feira. A Foz Velha não se esgota tão depressa. Fiquem bem.


1 comentário: